Esponjas de banho retiram proteção da pele, alerta dermatologista

A dermatologista carioca Maria das Graças Tavares é contra até mesmo o uso de sabonete no corpo mais de uma vez por dia.

Segundo Maria das Graças, foram nossos ancestrais europeus quem trouxeram a cultura da bucha para o banho - Getty Images
Segundo Maria das Graças, foram nossos ancestrais europeus quem trouxeram a cultura da bucha para o banho.
Para dermatologistas, pequenas mudanças de hábito podem fazer uma grande diferença para a beleza. Tomar banho muito quente e esfregar demais a pele com a esponja danifica a pele. Segundo eles, ao usar a bucha, ela retira a camada de proteção natural da pele, deixando-a ressecada.

A dermatologista carioca Maria das Graças Tavares é contra até mesmo o uso de sabonete no corpo mais de uma vez por dia. Em sua opinião, apenas um banho no dia deve fazer uso dele. "No segundo banho, a pessoa deve apenas lavar as partes íntimas. E nada de esponjas muito agressivas, pois a pele requer carinho", diz.

Segundo Maria das Graças, foram nossos ancestrais europeus quem trouxeram a cultura da bucha para o banho. No passado, a maioria deles trabalhava no campo e voltava com a terra impregnada na pele. Daí, a necessidade de um banho reforçado.

Para quem tem a pele oleosa, a dermatologista faz outro alerta: é preciso ter cuidado com os cremes que se passa no cabelo. "O creme escorre e entope os poros, produzindo espinhas na pele. É bom ter muita atenção", alerta. 

 Fonte: Abril.com

4 comentários:

Postar um comentário

Muito obrigada pela sua visita, volte sempre. Se tiver um blog e site, deixe abaixo no comentário!!!
Bjs!!!