Uso inadequado de sabonete íntimo pode ser prejudicial

O uso diário dos lenços umedecidos para a higienização íntima também não é aconselhável

Uma das maneiras de evitar doenças e contaminações na região íntima é manter uma higiene adequada diariamente. E as opções de produtos nas prateleiras das farmácias não faltam. Diversas marcas de sabonetes íntimos e lenços umedecidos conquistam o mercado feminino. Porém, o ginecologista do Hospital Nossa Senhora das Graças, Edison Tizzot orienta que há indicações específicas para o uso. "Se escolher um produto inadequado pode alterar o pH vaginal, quebrando as defesas naturais e, em consequência, facilitará a possibilidade de proliferação de bactérias ou fungos", alerta.

Os sabonetes íntimos, segundo Tissot, são destinados àquelas mulheres que têm maior sensibilidade na mucosa vaginal (parte interna) ou processos alérgicos repetidos. O uso diário dos lenços umedecidos para a higienização íntima também não é aconselhável. "As substâncias químicas, contidas nos lenços mantêm uma maior umidade externa e são excessivamente ácidos, provocando irritação de mucosas", enfatiza.

O ginecologista também ressalva a importância de não utilizar talcos, perfumes, cremes ou loções na região após a higienização. "As partículas desses produtos podem ficar retidas e ocasionar reações, como por exemplo, o surgimento de corrimentos". Outro fator que pode desencadear a umidade vaginal são os absorventes de uso diário. "Eles propiciam menor ventilação, aumentando a acidez vaginal e, consequentemente, o aparecimento ou a conservação de um corrimento constante e desconfortável", explica Tissot.

Higiene

"A higiene íntima deve ser feita pela manhã e antes de deitar-se. A área genital deve ser higienizada com água, sabonete neutro e enxaguada com bastante água corrente para não restar espuma", esclarece o médico.

Os sabonetes ditos normais também são indicados para fazer a higienização, porém, é necessário ficar atenta àqueles que contêm muitas substâncias químicas, corantes ou excessivamente perfumados. "Os sabonetes líquidos a base de ácido láctico ou o sabonete em barra com pH neutro e sem cheiro são os mais indicados. Eles não destroem as defesas naturais da vagina e não causam irritações", ressalta o médico.

Tratamento

A proliferação de bactérias ou fungos acontece quando há a alteração do pH vaginal. "As mulheres precisam observar se há secreções vaginais alteradas ou principalmente aqueles que são constantes, com odor, ou sintomas como ardência ou coceira, pois devem ser tratadas", enfatiza.

O médico alerta que os sabonetes íntimos não têm finalidade para tratamento. "Quando a mulher sentir um odor diferente ou coceira deve procurar um especialista. Apenas o médico poderá recomendar o tratamento correto para cada caso", orienta.

Fonte: Bonde.com.br

3 comentários:

Postar um comentário

Muito obrigada pela sua visita, volte sempre. Se tiver um blog e site, deixe abaixo no comentário!!!
Bjs!!!